"Sem saúde mental, não é possível existir saúde física de verdade."

Dr. George Brock Chisholm, 1954

1º Diretor-Geral da OMS

Psiquiatra Canadense

Original%20on%20Transparent_edited.png

Saúde Mental

Atualmente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) define a saúde mental como um estado de bem-estar em que percebemos nosso próprio potencial, em que podemos lidar com as tensões normais da vida, em que podemos trabalhar de forma produtiva e frutífera e em que somos capazes de contribuir com a nossa comunidade.

Não se trata de viver constantemente em um estado de emoções positivas. Muito mais do que isso, ter saúde mental envolve a forma como lidamos com situações estressoras, a capacidade de reconhecer nossos limites, o manejo positivo dos conflitos, o encontro de satisfação em viver e de achar formas respeitosas de nos relacionarmos uns com os outros.

Uma série de fatores tem impacto sobre nossa saúde mental, tanto de formas positivas quanto negativas: nossa carga genética, nossas primeiras vivências (desde o útero), a história transgeracional da nossa família, nossa cultura, os alimentos que comemos, o quanto nosso corpo é exercitado, o que consumimos como lazer, com quem convivemos, as oportunidades que temos, a qualidade do nosso sono... A lista é grande. 

Original%20on%20Transparent_edited.png

Psiquiatria

A Psiquiatria é a especialidade médica que estuda e trata dos problemas de saúde mental em todos os níveis de atenção: prevenção, diagnóstico e tratamento, reabilitação. Tradicionalmente, muito do cuidado psiquiátrico foi focado em diagnóstico e tratamento de doenças e de transtornos mentais. Ao longo do século 20, seguindo agora no século 21, um número cada vez maior de psiquiatras passou a se debruçar sobre a prevenção dos problemas de saúde mental, não somente sobre o que causa o sofrimento, mas também sobre o que colabora para o bem-estar psíquico.

Muito além da prescrição de medicamentos, expande-se o foco para uma visão integral do ser humano, compreendido em todos os seus ângulos: biológico, psicológico, social, cultural.

E mais: o trabalho integrado da Psiquiatria com a Psicologia representa um ganho enorme no entendimento de como cada pessoa pode ser ajudada na sua dor e no seu sofrimento.

Original%20on%20Transparent_edited.png

Sobre Mim

Meu nome é Daniel da Rosa Farias, sou médico psiquiatra com atuação desde 2010.

 

Atendo presencialmente em Porto Alegre, registrado no CRM/RS sob número 33.251, registro de especialista número 25.307.

 

Além das consultas presenciais, atendo por telemedicina, em consultas on-line.

Minha jornada profissional não iniciou na área de saúde mental: fui técnico em Processamento de Dados, depois Instrutor de Inglês por alguns anos, passei pela Psicologia até chegar na Medicina e na Psiquiatria.

Dentro da Psiquiatria, fiz residência médica com foco em psiquiatria clínica e psicoterapia de orientação analítica e cognitivo-comportamental. Depois de concluída a residência, sigo estudando e frequentando congressos de atualização. Foi nessa etapa que entrei em contato e desenvolvi o interesse para aprofundar meus estudos nas áreas de
Mindfulness e Atenção Plena, uso medicinal de Cannabis, Psicologia Positiva e Psicoterapia Assistida por Psicodélicos.

Original%20on%20Transparent_edited.png

Como posso ajudar?

Atendo adultos/adultas e idosos/idosas em consultas de psiquiatria clínica e psicoterapia individual.

As consultas podem ocorrer de forma presencial no consultório em Porto Alegre ou por telemedicina de qualquer lugar do mundo.

Os atendimentos são somente particulares; alguns planos de saúde reembolsam parcial ou integralmente o valor da consulta mediante o recibo.

Para saber mais sobre como funcionam as consultas,

clique no botão abaixo.